Sobre Buzios - Ecoturismo

O Brasil é o país com maior biodiversidade do mundo e Búzios, com sua natureza abençoada, é um fiel reflexo desta condição e oferece interessantes opções para os amantes desta disciplina.

Serra das Emerências
A Reserva das Emerências se encontra dentro de uma enorme área de Mata Atlântica protegida. Totalmente virgem, aí ainda se pode encontrar os quase extintos micos-leões dourados e uma enorme quantidade de árvores de Pau-Brasil. A serra se caracteriza por pequenos maciços costeiros de origem pre-câmbrico, destacando-se espécies endêmicas, como o cactus “Piloso Sereus Ulei”.
Reserva ecológica do Tauá
A Reserva de Tauá em Búzios é uma reserva arqueológica, antropológica e geológica. Possui uma enorme diversidade de bromélias, cactus e exóticas lianas. Na mesma é possível ver macacos “mãos-peladas”, lobos “cachorros do mato”, macacos-prego, cotias, tatus e muitas outras espécies ameaçadas de extinção.
O acesso é restrito e existem passeios guiados que devem ser previamente autorizados pela Secretaria Municipal de Turismo de Búzios. Dentro da reserva há um museu com obras de arte de artistas de Búzios.
Está localizada em uma área de cerca de 100 mil metros quadrados, onde já existiu mar há cerca de 6 mil ou 7 mil anos e ainda é possível ver uma praia fóssil com seu solo coberto de caracois brancos. Estima-se que 40% das 1.300 espécies de bromélias existentes no Brasil estão em Tauá.
A reserva ocupa aproximadamente três milhões de metros quadrados e está repleta de formação de vegetais típicos da região, que servem de abrigo e pousada para aves migratórias. As aves percorrem 2400 km para chegar a Búzios.
APA do Pau Brasil
A reserva “APA do Pau Brasil” é uma área de preservação ambiental da árvore que deu nome ao Brasil.
Cobre uma área de 9.940 hectares, compreendendo partes continental, insular e marítima, de um território localizado entre a Praia de Tucuns, em Búzios, e o Canal do Itajuru, em Cabo Frio.
A proteção da “Serra das Emerências”, das Dunas de Peró e das ilhas é fundamental para a preservação de consideráveis remanescentes florestais de Mata Atlântica. A proteção da parte marinha, incluindo o fundo do mar, a lâmina d’água e a superfície, é importante para a manutenção de reservas pesqueiras e da biota (fauna e flora) marinhas não utilizadas pelo homem.
A APA contém 12 mil metros quadrados de reserva de pau-brasil, que é estudada e monitorada por uma equipe do Jardim Botânico do Rio de Janeiro. A área protegida é uma das 14 do Brasil consideradas ricas em vegetação endêmica e centro de diversidade de plantas. Das 14 áreas, somente duas estão no Rio de Janeiro: a Mata Atlântica e o litoral de Cabo Frio e Búzios, protegidas pela APA.
Cascadas de Sana
O Arraial do Sana possui belezas naturais que merecem ser visitadas: rios cristalinos, cachoeiras e montanhas com exuberante vegetação. O principal atrativo passa pelos rios Sana e Peito do Pombo e as várias cachoeiras ao longo deles: Cachoeira da Roncadeira ou do Tamanduá, que tem 80 m de altura; Cachoeira do Segredo; Cachoeira do Vaguinho; Escorrega, a de mais fácil acesso e ideal para cianças; Cachoeira das Andorinhas; Queda d'Agua; Recanto das Borboletas; Cachoeira-Mãe; Cachoeira-Pai; Cachoeira do Filho; Cachoeira das Sete Quedas; Cachoeirinha da Boa Sorte; Fervedeira; Cachoeira do Segredinho; Cachoeira de São Bento; Cachoeira do Silêncio.
O Circuito das Águas é um parque aquático natural, formado por algumas destas cachoeiras que oferecem um acesso mais fácil para o visitante. Outro dos atrativos é uma formação rochosa conhecida como “Peito de Pombo”, que parece com a figura de um pombo pousado sobre uma pedra a 1120 m de altura e que dá nome ao rio.


Desarrollado por Internet Dinámica